Tartaruga-verde encontrada ferida volta ao mar em Itaipu

O animal passou por uma cirurgia para a retirada de um anzol


Uma tartaruga-verde encontrada ferida, em setembro, em Itaipu, engasgada com uma linha de pesca, foi devolvida ao mar, nesta segunda-feira, 2. A tartaruga passou por cirurgia para a retirada de um anzol e ficou 40 dias em tratamento para reabilitação.A soltura do animal foi feita por integrantes do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS Área RJ), Econservation, parceria com Projeto Aruanã e pela Guarda.

Não foi fácil, como explicou a veterinária Daphne Wrobel Goldberg, do PMP-BS. A tartaruga da espécie Chelonia mydas passou por uma radiografia e foi detectada a existência de uma anzol de pesca na região próxima do esôfago cervical. Foi preciso uma endoscopia para chegar até o anzol, pinçá-lo e removê-lo pela pela boca.

A Coordenadoria Ambiental da Guarda Municipal de Niterói orienta que, em casos como esse, é importante que a população não toque nos animais e entre em contato através do número 153 que atende no Centro Integrado de Segurança Pública, para que o resgate possa ser feito de forma adequada e os parceiros corretos acionados para atendimento ao animal.

Este ano, a Guarda resgatou mais de 1.975 animais silvestres.


728x90.gif

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.