Vai um bolinho de bacalhau? Seu Antônio, no Cafubá, reabre com pague e leve

Restaurante de comida portuguesa disputado em Niterói ficou mais de cem dias sem funcionar


Por Carolina Ribeiro


O famoso camarão no coco, um dos sucessos do restaurante do Cafubá



Clientes recebem a refeição sem nem sair do carro


Mais de 100 dias fechados. O maior período de portas arriadas em 35 anos de história, recém-comemorados. Uma das referências da culinária portuguesa em Niterói, o restaurante Seu Antônio, no Cafubá, reabriu nesta quinta-feira (02) com o sistema de pague e leve, em que os clientes fazem o pedido por telefone e buscam a refeição. O estabelecimento interrompeu as atividades devido à pandemia do coronavírus e optou por não adotar o delivery para proteger a equipe.


Ainda não é da forma com que os clientes estavam acostumados. Aquele pós-praia com direito a bolinho de bacalhau e chope gelado no ‘Bar da Fila’ - o bar montado em frente ao Seu Antônio para que os clientes aguardem a mesa na área interna -, ou um almoço para reunir os amigos e familiares. Mas já deu para aliviar a saudade.


- Foi muito gostoso ver o retorno dos nossos clientes. Eles ficaram muito contentes, e nós também. Recebemos muitas mensagens de carinho deles durante esse período fechado - contou a gerente Andréa Pires.


Além de gerente, Andréa é a esposa de Fernando Alves, filho do Seu Antônio. É o casal hoje que comanda o restaurante familiar. Instalado há 35 anos - completados no último dia 24 - no Cafubá, o restaurante começou com apenas dois funcionários: o português Antônio, há mais de 50 anos no Brasil, e a esposa, Shirley Alves. Aos poucos, os pratos principais da época, feijoada e bacalhau, que até hoje dão água na boca, conquistaram a clientela e fizeram a fama de um dos mais tradicionais restaurantes da cidade.


Famoso na região, mas também muito procurado por pessoas de fora de Niterói, o Restaurante Seu Antônio passou a ser palco de encontros animados entre familiares e amigos e por vezes até sala de reunião de trabalho. Talvez pelo clima ou até pelo atendimento humanizado da equipe. O fato é que tanto os clientes como os funcionários acabaram virando ‘família’. E a proteção de todos veio em primeiro lugar.


- Nós já não trabalhávamos com entregas, então não quisemos arriscar em colocar a nossa equipe na rua justamente no auge da pandemia. Foi um período muito difícil, muitas contas e despesas chegando. Ninguém estava esperando, mas felizmente conseguimos preservar a saúde e o emprego de todos - diz Andréa.


O bolinho de bacalhau do Seu Antônio: o mais pedido


Assim que a prefeitura de Niterói liberou o retorno do sistema pague e leve para bares e restaurantes, a partir do estágio amarelo nível 2, a equipe passou a esquematizar o retorno ao funcionamento. Agora, o cliente entra em contato pelo WhatsApp, faz o pedido de forma antecipada e busca a refeição no local, sem sair do carro. Para aqueles que estiverem a pé, é solicitado que mantenham distância segura entre os demais que aguardam.


Com protocolos de segurança estudados e cuidados de higienização reforçados, o anúncio do retorno foi feito nas redes sociais na própria quinta-feira. Depois de um dia na experiência, Andréa diz que é um desafio, mas que está sendo vencido.


- Foi um dia de adaptação. Vimos onde estamos acertando e também o que podemos mudar para melhorar o atendimento. Toda adaptação é complicada, mas tivemos três meses de aprendizado com o uso da máscara e álcool em gel, pudemos pesquisar bastante também. Estamos atento às regras e também auxiliando nossos clientes - comentou.


De acordo com a prefeitura, no estágio amarelo nível 1, bares e restaurantes poderão reabrir com restrições, como metade da capacidade total de funcionamento, além de protocolos de segurança. Para a equipe do restaurante, a decisão de aguardar até que a pandemia dê sinais de remissão é acertada. Apesar da ansiedade de poder reabrir as portas, de fato, esperam novos direcionamentos.


- Estamos esperançosos pela reabertura. Mas seguimos todas as recomendações da prefeitura. Acreditamos que eles estão no caminho certo das decisões, trabalhando pela segurança e saúde da população.


Para realizar o pedido, é só entrar em contato pelo WhatsApp nos números 2619-6584 ou 2619-2000. O horário de funcionamento permanece de terça a domingo, de 11h30m às 19h30m, mas os pedidos podem ser realizados a partir das 9h.


Bacalhau Dourado, uma das iguarias do Seu Antônio

728x90.gif

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.