Volta às aulas presenciais em Niterói continua proibida

Atualizado: 30 de Set de 2020

Prefeitura cumpre decisão judicial enquanto aguarda julgamento de recurso

Salas de aulas foram higienizadas para o retorno, agora proibido

As aulas presenciais para alunos do Ensino Médio, paralisadas em março por causa da pandemia de Covid-19, continuam proibidas em Niterói por decisão judicial. A Prefeitura de Niterói informou que recorreu da liminar que suspendeu o retorno do ensino presencial e que, enquanto o processo está sendo julgado, o município está cumprindo a determinação da Justiça.


Conheça a decisão da Justiça


A 3ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio decidiu na semana passada, em caráter liminar, suspender o decreto do Prefeito Rodrigo Neves, de 19 de setembro, que autorizava a retomada das aulas presenciais para alunos do Ensino Médio na rede privada a partir de 21 de setembro.

Grandes colégios da cidade, como o GayLussac, de São Francisco, chegaram a retomar as aulas presenciais. Mas a maioria das escolas, incluindo o Abel e o Salesianos, só esta semana decidiriam quando fariam a retomada. Agora está tudo suspenso, aguardando o julgamento do recurso da Prefeitura contra a liminar.


Donos de escolas protestam


O Sindicato das escolas particulares, Sinepe-RJ, divulgou nota pública protestando contra a liminar judicial e questionando o fato de diversas outras atividades já terem sido autorizadas a reabrir, mas a Educação continuar paralisada.




© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.