A Seguir: Educação

Série de reportagens debaterá o ensino durante e após a pandemia com gestores, diretores de escolas, professores, pais e alunos de Niterói Por Carolina Ribeiro e Silvia Fonseca A pandemia de Covid-19 tem dado lições a educadores no Brasil. Desde a decretação do isolamento social, foi uma reviravolta da noite para o dia. O ano letivo mal tinha começado. Março estava no meio. Escolas fecharam as portas, alunos e professores voltaram para casa, pais tiveram de assumir novos papéis, o futuro ficou apagado nas lousas das salas de aula. Uma profunda mudança de hábitos, rotinas, planos pedagógicos e estratégias de aprendizagem. Uma interferência tão longa e radical, que vai repercutir além do semestre perdido. Em que medida a paralisação e as novas normas de isolamento responsável vão mexer com as estruturas do sistema educacional no país? Como fica o ano letivo? Como serão as salas de aula ao fim da pandemia? Como alunos e professores voltarão depois dessa experiência? Algumas escolas funcionaram online, outras conseguiram dar alguma assistência aos alunos; a maioria simplesmente não abriu. O que fica de aprendizado? Saberemos produzir algum ensinamento para reduzir a desigualdade educacional e democratizar o acesso ao ensino de qualidade? São questões e inquietações que o A Seguir: Niterói vai debater com gestores públicos, diretores de escolas, professores, especialistas, pais e alunos da cidade nos próximos dias. Ao longo de toda esta semana, a série A Seguir: Educação terá reportagens especiais, entrevistas exclusivas, artigos de pais e especialistas, depoimentos de quem está vivendo, pela tela do computador ou pela ausência dele, o desafio de continuar aprendendo. As salas das escolas públicas e privadas trancadas pela pandemia já abriram as portas para algumas conclusões. A primeira delas: na educação, nada substitui a aula presencial. A segunda: não será mais possível o ensino seguir distante da tecnologia. Muitas outras vão surgir e serão debatidas no A Seguir: Educação. Veja a entrevista das diretoras do Colégio Gay-Lussac sobre os aprendizados na pandemia. Clique aqui. Veja a reportagem sobre aulas online e ensino a distância. Clique aqui. Clique aqui para ler a entrevista da Secretária de Educação Flávia Monteira, que fala sobre o ano letivo, ajuda a famílias sem recursos de Internet e aulas de reforço: Clique aqui para ler a reportagem sobre pais que se tornaram “professores" durante as aulas pela Internet.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.