Aumento de casos e internações pioram nota de Niterói no trato da Covid

Velocidade de avanço do contágio afasta cidade da meta de passar para o Amarelo-1 O aumento do número de novos casos de Covid-19 confirmados e a velocidade de avanço do contágio afastaram Niterói da meta de passar para o estágio de Alerta Amarelo-1, o melhor antes de uma vacina. Os números divulgados nesta terça-feira (3) pela Prefeitura de Niterói mostram que a cidade registrou, em uma semana, 553 novos casos. E hoje tem 110 pessoas em leitos hospitalares e 131 internadas em UTIS, um dos números mais altos registrados nas últimas semanas. Foram reportadas 10 mortes no período. Leia também: Isolamento cai na cidade a níveis pré-pandemia: O relatório datado de 29 de outubro foi divulgado na página da Prefeitura, nos Indicadores de Monitoramento da Covid-19, a planilha que serve de base para a classificação do estágio de alerta da doença. O índice final, uma média ponderada de 12 itens, como casos, mortes e capacidade hospitalar, entre outros, somou 6,8. O que deixa Niterói por pelo menos mais um semana no Alerta Máximo Amarelo-2. No relatório anterior, Niterói somava 5,3 pontos. Bem perto dos índice final 5 necessário para a mudança no estágio de atenção. Veja a planilha: http://www.niteroi.rj.gov.br/downloads/banner/Indicadores%20Monitoramento%20COVID-19.pdf Estes números são sistematicamente diferentes dos que o Prefeito Rodrigo Neves divulga diariamente em suas transmissões pelas redes sociais e pela assessoria de imprensa. O número de internações, por exemplo, nos anúncios diários, registra 94 pacientes. Contra 241 da planilha. Em ambos os casos, os números estão entre os mais altos das duas últimas semanas. A taxa de ocupação dos leitos hospitalares e UTIs públicos e privados subiu de uma média de 26% mantida a maior parte do tempo ao longo de agosto e setembro para 31,3%: 29,3% dos leitos, 32,3% das UTIs, conforme informação publicada no SIGeo, sistema de gestão da informação da Prefeitura, que também exibe dados do acompanhamento dos casos de coronavírus.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.