Campanha eleitoral passa por endereços tradicionais, 'instituições' de Niterói

Mercado de Peixe, Campo de São Bento, Caneco do Mário, Antônio do Bacalhau, Moreira César… candidatos não saem da rua Axel Grael, candidato do PDT, tira foto com eleitora na Moreira César. Foto/Divulgação Felipe Peixoto e Bruno Lessa, parceiros de chapa, no Mercado São Pedro. Foto/Divulgação O Campo de São Bento vira palco para candidatos, como Juliana Benício. Foto/Divulgação Flávio Serafini, do PSOL, com a companheira de chapa na Gavião Peixoto. Foto/Divulgação Yasmin Alves Deuler da Rocha, candidato do PSL (à direita), faz caminhada em Charitas. Foto/Divulgação Aliás, quase todos os dias tem desfile na Moreira César, a movimentada rua de comércio de Icaraí, mesmo em plena pandemia. Os pedidos de votos e distribuição de santinhos se estendem até a Gavião Peixoto. Já dá para ver que há concentração de carregadores de bandeiras na esquina da Moreira com Lopes Trovão e também ali onde a Lopes se encontra com a Gavião Peixoto. Em São Francisco, no fim de semana, havia dezenas de carregadores de bandeiras ali perto do McDonald’s. Nem a pandemia mudou essa modalidade de campanha, que se não dá muitos votos pelo menos gera renda para uma turma que está sofrendo mais com o desemprego na pandemia. A diferença é que agora eles estão de máscaras no rosto. E as bandeiras de Axel, de uma coligação de 14 partidos, e do candidato do PSL, Deuler da Rocha, eram em maior número. Como em quase toda eleição, a disputa parece que sente o cheiro das iguarias da cidade e vai atrás delas. Se ainda não teve buchada de bode em Niterói, candidatos já foram vistos cumprimentando lojistas no Mercado São Pedro, abraçando feirantes na feira livre da Lopes Trovão, comendo bolinho de bacalhau no Seu Antônio do Cafubá e no Mário, no Centro… Em tempos de coronavírus, os abraços e apertos de mãos deram uma trégua, mas candidato dá um um jeito de se achegar, mesmo sem álcool em gel por perto. Nesses primeiros dias, a maioria foi para a rua. É que é preciso gravar para alimentar as redes e preparar os programas para o horário eleitoral na TV, que começa nesta sexta-feira, 9 de outubro. Aí a disputa deve esquentar mais.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.