Com mais pistas e ciclovias, nova Marquês do Paraná é inaugurada

Prefeito participa da entrega oficial do alargamento e modernização da avenida O prefeito Rodrigo Neves (ao centro) na entrega da nova Marquês do Paraná A nova Marquês do Paraná foi oficialmente inaugurada nesta quarta-feira, dia 24. Importante via de ligação do trânsito do Centro com a Zona Sul, a avenida foi alargada, ganhou mais pistas, nova sinalização, iluminação, calçadas acessíveis, pista exclusiva para ônibus, ciclovia e paisagismo. O prefeito Rodrigo Neves ressaltou que a obra é um projeto esperado por décadas pela população da cidade e vai ser essencial para a melhora da mobilidade urbana, seja de carro, ônibus ou bicicleta. - A Avenida Marquês do Paraná agora tem quatro pistas de cada lado e uma pista exclusiva para o transporte público. O ponto de ônibus sobre o mergulhão vai melhorar a circulação, já que os ônibus não precisarão mais cruzar a pista para acessar a Avenida Amaral Peixoto. E fizemos algo que era considerado impossível: uma ligação cicloviária entre a Região Oceânica e o Centro. O ciclista pode sair da Região Oceânica pelo túnel Charitas-Cafubá, acessar a orla, Roberto Silveira, Marquês de Paraná e chegar ao Centro pela Av. Amaral Peixoto. Tenho certeza que os niteroienses ficarão orgulhosos com essa obra - disse o prefeito, na inauguração. O secretário municipal de Urbanismo e Mobilidade, Renato Barandier, afirmou que a obra faz parte de um pacote de melhorias na mobilidade urbana da cidade viabilizado pela atual gestão, que inclui o túnel Charitas-Cafubá, a TransOceânica, o mergulhão da Praça Renascença e a integração de ônibus, barcas e bicicletas, entre outras melhorias. Para a realização da obra, o município fez a desapropriação e demolição de mais de 50 imóveis no trecho entre as ruas Doutor Celestino e Miguel de Frias para o alargamento da via e a implantação da ciclovia.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.