Comissão de Saúde da Câmara de Niterói cobra transparência sobre internações por Covid

Em ofício ao MP, vereador solicita visitas técnicas em todas as unidades de referência da Covid no Município para apurar ocupação dos leitos Por Livia Figueiredo Paulo Eduardo Gomes em sua visita ao Hospital Oceânico para tentar checar dados sobre ocupação de UTIs / Foto: Divulgação Presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Niterói, o Vereador Paulo Eduardo Gomes (PSOL) encaminhou nesta quinta-feira (7) um ofício ao Ministério Público no qual solicita transparência sobre a quantidade diária de leitos clínicos e de UTI ocupados por pacientes com Covid. No documento, o vereador afirma haver graves discrepâncias nos dados informados pela Prefeitura. - Desde junho temos denunciado essa falta de transparência dos indicadores. Não adianta o governo dizer que tem Portal da Transparência, mas não possibilitar o acesso aos indicadores diários que são necessários para o cálculo semanal da bandeira sanitária. Tenho o dever de desconfiar dos dados, já que meu papel é fiscalizar o Executivo e não estou conseguindo fazer isso por insuficiência de informação sobre os indicadores. A média de mortes em Niterói ainda é assustadora, e nossa luta é em defesa da vida – afirma Paulo Eduardo Gomes. O vereador ainda alerta que até a chegada da vacina é necessário garantir leitos para todos e intensificar os cuidados para impedir a transmissão do vírus. Ele solicita novamente apoio ao MP para fiscalizar de forma mais efetiva, especialmente a exata quantidade de leitos nas unidades públicas e privadas. No ofício, ele solicita também a realização de uma audiência pública onde todas as dúvidas ainda existentes sejam esclarecidas. Segundo Paulo Eduardo, até o dia 27 de abril de 2020, a Prefeitura divulgava diariamente a exata quantidade de leitos clínicos e de UTI ocupados, mas a partir do dia 28 de abril, não mais foi incluída esta informação, passando apenas a constar de forma genérica a quantidade de “hospitalizados”. Comissão de Saúde da Câmara tenta vistoriar hospitais de Covid em Niterói Conforme divulgado pelo A Seguir: Niterói, na tarde do dia 28 de dezembro de 2020, a Comissão de Saúde realizou uma visita ao Hospital Oceânico para obter maiores informações sobre as condições de atendimento e sobre o atual índice de ocupação dos leitos. Naquela tarde, foi informado pelo Hospital que havia 89 pacientes internados, tendo chegado mais quatro durante a visita, encaminhados pela Unidade de Urgência Mário Monteiro, totalizando 93 pacientes hospitalizados. De acordo com os dados publicados no domingo (27/12/20) pela Prefeitura de Niterói, existiam pelo menos outros 65 pacientes internados em outras unidades, como por exemplo, no Hospital Carlos Tortelly, nas Policlínicas do Largo da Batalha e da Engenhoca, e na própria Unidade Mário Monteiro. Naquele mesmo dia, segundo dados divulgados pela Prefeitura de Niterói, foram confirmados 4 novos óbitos na cidade e a quantidade de hospitalizados saltou de 161 para 170 no dia 29 de dezembro. Já em 30 de dezembro, segundo o Portal da Prefeitura - que não esclarece quais são de UTI ou não - a cidade se encontrava com 165 leitos hospitalares ocupados. E, segundo o portal do Governo do Estado, havia 194 leitos ocupados, sendo 81 de enfermaria/Covid e 113 de UTI/Covid. - As graves discrepâncias nos dados informados pelo Município indicam a ausência da transparência sobre a quantidade diária de leitos clínicos e de UTI ocupados. Isso nos obriga a novamente buscar avançar na fiscalização dos indicadores municipais – conclui o vereador.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.