Depois de 2020: o que cada um de nós pode fazer para 2021 ser um ano melhor

A Seguir: Niterói publica vídeo para levar a seus leitores a esperança de que Niterói saberá se reinventar depois da Covid 2020 fica para trás. Um ano difícil, um desafio para a humanidade, uma ameaça global. E nestes doze meses a única forma de enfrentar a pandemia esteve em nossas mãos, nas nossas ações, no que cada um de nós pode fazer para combater a doença. Nunca fomos tão decisivos para o destino do nosso tempo. Usar máscara, lavar as mãos, respeitar o isolamento, pequenos gestos que fazemos em casa, na rua, em nossa rotina, ganharam uma dimensão humanitária. O que acontece em Niterói - e que muitas vezes não nos pareceu importante - passa a ter uma dimensão imensa na mobilização planetária contra a Covid. Num tempo de incertezas, nos abraçamos à ciência e escolhemos defender a vida. Os recursos mobilizados para a pesquisa, o atendimento médico-hospitalar, o socorro à emergência social. Em alguns momentos pareceu que estamos sozinhos, trancados em casa numa quarentena interminável. Mas basta olhar à volta para perceber a enorme força que temos juntos. A força de cada gesto. E os gestos de cada um de nós. Como uma onda destas que quebram na praia e que costumamos pular sete vezes para que o ano que vem seja melhor. 2021 será melhor porque trabalhamos para isto. O A Seguir: Niterói é fruto deste esforço. Criado por jornalistas moradores da cidade no meio da pandemia com o propósito de informar e ser um espaço para o debate de ideias, para a participação. Por isto temos esta certeza de que 2021 será melhor, não apenas porque desejamos isto, mas porque trabalhamos para isto. O ano começa com a perspectiva de uma vacina. Mas a vacina não vai resgatar a rotina de uma hora para outra, será um processo, e teremos que conviver com as mesmas regras de proteção. 2021 será melhor porque nós nesta cidade - e outra gente em outras cidades pelo mundo todo - faremos que seja um ano bom. São os votos do A Seguir: Niterói para a cidade. Nos vemos em 2021.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.