Disputa pela Prefeitura de Niterói chega à TV nesta sexta-feira

Grael defenderá Rodrigo Neves, enquanto adversários vão centrar fogo na atual gestão Flávio Serafini com Josiane Peçanha gravam para o horário eleitoral no Campo de São Bento. Foto/Divulgação De um lado, o pedetista Axel Grael, que reúne 14 partidos na coligação União por Niterói, vai se apresentar como parceiro e defender a gestão do Prefeito Rodrigo Neves (PDT). Outros cinco candidatos a Prefeito estarão na trincheira oposta, aproveitando para criticar o atual governo e desfilar programas e políticas alternativas às atuais. Seis dos nove candidatos começam a entrar nas casas dos niteroienses a partir das 13h desta sexta-feira (9), quando estreia o horário eleitoral na Rede TV. Três dos postulantes são de partidos que não têm a representação necessária na Câmara dos Deputados para ter direito ao horário eleitoral. Axel Grael mostrará que esteve ao lado de Rodrigo Neves desde 2012, quando se elegeu vice-prefeito na chapa, e depois, de 2016 para cá, como Secretário de Planejamento. Dirá que a dupla promoveu intenso processo de transformação urbana e social na cidade, citando obras como o túnel Charitas-Cafubá, a construção de escolas, a reabertura do Getulinho, implantação do Niterói Presente, entre outras realizações. Axel Grael e o Prefeito Rodrigo Neves em gravação para o horário eleitoral. Foto Divulgação O discurso de Grael para os niteroienses será de que representa a continuidade, e que usará sua experiência e conhecimento acumulados na Prefeitura para fazer Niterói avançar num ciclo de desenvolvimento com inovação, sustentabilidade e justiça social. O vice na chapa de Grael é Paulo Bagueira (do Solidariedade), vereador por seis mandatos em Niterói e ex-presidente da Câmara. Já o deputado estadual Flávio Serafini (PSOL), da coligação À Esquerda Para Mudar Niterói, diz que aproveitará o pouco tempo que tem - 22 segundos por cada bloco de 10 minutos - para apresentar a chapa com Josiane Peçanha e a ideia central de sua campanha: o combate às desigualdades na cidade. Ele diz considerar muito importante ter como vice uma mulher negra, que nunca se candidatou, porque representa o desejo de “mudar as estruturas de poder da cidade”. -Niterói é uma das cidades mais desiguais do Brasil. Apesar de ser uma cidade com renda alta e arrecadação alta, tem um grande quantitativo de pessoas muito pobres, vivendo em condições muito precárias. Vamos mostrar que é possível o poder público reagir para mudar essa realidade - diz Serafini. O candidato do PSOL também vai aproveitar para convidar os eleitores a visitarem as redes sociais da campanha, nas quais pretende debater com mais tempo “cada área da cidade”, como saúde mental, assistência social, educação, mobilidade, “e o que significa a gente pensar um caminho de desenvolvimento que seja ao mesmo tempo eficiente e comprometido socialmente em garantir direitos para todos e combater as desigualdades”. Felipe Peixoto (à direita) com Bruno Lessa: dupla vai apresentar propostas no primeiro dia. Foto Divulgação Já o candidato da coligação Niterói Primeiro, Felipe Peixoto (PSD), que tem como companheiro de chapa o vereador Bruno Lessa (DEM), diz que, para o programa de estreia na TV prepara “um material para chamar muita atenção dos eleitores niteroienses”. Eles terão 2 minutos e 14 segundos por bloco de dez minutos. Esse tempo, segundo Felipe Peixoto, será usado para apresentar prioridades de seu Plano de Governo, especialmente as referentes às áreas de saúde, educação, infraestrutura, e que servem de base para o desenvolvimento de projetos relacionados à cultura e ao turismo, que considera as principais vocações de Niterói. A coligação Niterói Primeiro é integrada, além do PSD de Felipe e o DEM de Bruno Lessa, também por PROS e PSDB. -No nosso Governo não iremos fazer obras de maquiagem. Vamos promover licitações e contratações de obras com projetos completos e suficientemente detalhados, que nos permitam fiscalizar a execução focando 100% na transparência e na eficiência. Queremos lançar o programa Niterói Bem Cuidada para manutenção de ruas, calçadas, parques e jardins, com um planejamento participativo que agregue ações integradas de acessibilidade, arborização, mobiliário, pavimentação, calçamento, iluminação e sinalização, respeitando as particularidades e potencialidades de cada região - destaca Felipe Peixoto. O candidato do PSL, Deuler da Rocha, que tem como vice Alexandre Ceotto (Republicano) diz que irá mostrar em seus programas na TV deficiências que a cidade tem e promessas que a atual gestão fez e não cumpriu. Mas afirma que fará isso “de forma lúdica” e que também apresentará seu Plano de Governo. -Temos muita coisa a apresentar durante o horário eleitoral. Temos propostas sólidas em todos os setores da cidade, principalmente na mobilidade urbana, um dos principais problemas de Niterói - afirmou Deuler. Deuler da Rocha gravando para o horário eleitoral na TV Delegado aposentado da Polícia Federal, Deuler representa o PSL, que elegeu e deu a maioria dos votos de Niterói a Jair Bolsonaro nas eleições presidenciais de 2018. Mas o racha do Presidente com o partido se refletiu também na disputa municipal em Niterói. Parte dos bolsonaristas está apoiando o candidato do PTC, Allan Lyra, que também participará do horário eleitoral. Procurado para informar a estratégia que usará na campanha na TV, porém, ele não respondeu. Candidata a Prefeita pelo partido Novo, Juliana Benício terá pouco tempo de propaganda na TV. Ela destaca que isso se deve ao fato de o Novo não fazer coligações com outros partidos “para não compactuar com a prática” de garantir assim mais tempo de TV e mais verba do Fundo Eleitoral. -Governar coligado com quase 15 partidos é ficar refém da conta que eles vão apresentar. Vão exigir contrapartidas, secretarias, essa política déspota - diz ela, numa referência, sem citar, à aliança de Axel Grael. Nos programas de estreia, Juliana contará por que decidiu entrar para a política. Segundo ele, “principalmente para combater a corrupção e a má gestão que impera hoje em Niterói”: -Minha maior prioridade é resgatar a dignidade do niteroiense, mas o foco vai estar também em saúde, educação, geração de emprego e dignidade para todos - diz. Dois blocos diários na TV A propaganda eleitoral que começa hoje será feita em blocos e inserções. Para os candidatos a Prefeito, são dois blocos de dez minutos cada de segunda-feira a sábado. Os blocos serão apresentados das 13h às 13h10m e das 20h30m às 20h40m, no caso das TVs. Já nas rádios, entrarão no ar das 7h às 7h10m e das 12h às 12h10m. Também haverá inserções no rádio e na TV ao longo da programação, incluindo candidatos a vereador.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.