Domingo é dia de fazer o bem na pandemia em Niterói

Grupos de ajuda a quem precisa reforçam programas no Dia da Caridade Por Carolina Ribeiro Grupo de arquitetos e designers do Juntos Somos+Arq É fato. 2020 não está sendo um ano fácil. Como se não bastasse ser um vírus altamente contagioso, o Covid-19 ainda trouxe consequências para a economia, provocando o fechamento de empresas e empregos. No Dia da Caridade, comemorado neste domingo 19 de julho, niteroienses dão ainda mais força a projetos que apoiam para ajudar a quem precisa. Nos Ajude a Ajudar O projeto Nos ajude a Ajudar começou de forma despretensiosa. Entre amigos que se juntaram para doar a famílias carentes. E deu certo. Quatro meses depois, já foram doados 3.500 kits individuais de higiene, 160 cobertores e roupas, 496 cestas de higiene e limpeza e 284 cestas básicas. A idealizadora do projeto é a gestora ambiental Raíssa Torres. - A ideia surgiu em março, com uma reportagem que relatava a dificuldade de famílias carentes de São Gonçalo a terem acesso a itens de higiene, como sabonete. Para eles, era um item supérfluo porque o pouco que eles tinham não garantia nem a alimentação. Esse foi meu choque de realidade - recorda-se. Cestas básicas que serão distribuídas pelo Nos Ajude a Ajuda para comunidades de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo A partir daí, a gestora ambiental, moradora do Barreto, na Zona Norte de Niterói, procurou amigos para tentar ajudar de alguma forma. Buscou uma amiga que mora na comunidade do Maritimos, também no Barreto, para saber se tinha pessoas nesta situação no local. Ela confirmou. - Essa foi a nossa primeira “oportunidade”. Mandei mensagem para todos os meus grupos de amigos, pedindo ajuda para montarmos kits de higiene para encaminhar para eles. Em cinco dias conseguimos 50 kits com sabonetes, detergente, esponja e papel higiênico. Não paramos mais. Alguns amigos se juntaram e viramos um projeto, com ações semanais e também auxílio à população de rua - contou. Será realizada uma live beneficente no canal de youtube do grupo Papo de Corrida no próximo domingo (19), às 19h. O QR code para doação será disponibilizado. Cada um pode ajudar doando o valor dos kits, entre R$ 16 e R$ 32, que podem ser depositados nas contas do projeto ou com doações no Barreto (Travessa Valença, 49A - Raissa 98101-6332) e no Centro (Rua Padre Anchieta 178/Casa 8 - Av. Marquês do Paraná 235/301). O projeto atende a comunidades de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí. - Acho o projeto fantástico e queria ajudar de alguma forma, não só com posts de divulgação. Tivemos a ideia de fazer a live para difundir o projeto, super importante, e ajudar na arrecadação. Chamamos outros grupos de corrida e todos toparam de participar - disse o jornalista André Luiz Coutinho, um dos idealizadores do Papo de Corrida. AFR A instituição filantrópica Associação Fluminense de Reabilitação (AFR) completou 62 anos de atendimento para melhoria da qualidade de vida de crianças, adolescentes e adultos com deficiências. São mais de 65 municípios atendidos e mais de 400 trabalhadores para os mais de 3 mil pacientes. A casa voltou a atender neste mês, com cuidado e restrição, e está com uma campanha para arrecadar doações de equipamentos de proteção para garantir a segurança nos atendimentos. Atualmente, a AFR mantém campanhas de doações mensais para o sustento da casa e também uma vaquinha on-line, que já arrecadou mais de 14 mil dos 30 mil previstos. Para o retorno ao funcionamento, precisam de luvas descartáveis P e M; máscaras descartáveis; máscaras N95 (para os profissionais de fisioterapia respiratória); álcool líquido 70%; e álcool em gel 70%. Para ajudar neste momento, artistas da cidade estão realizando lives para promover a casa, arrecadação on-line e angariar arrecadações. A próxima será a da cantora niteroiense Lara Zuzarte, neste sábado, às 17h, em seu canal do youtube. Todo o dinheiro arrecadado - o QR code ficará disponível na tela - durante a transmissão ao vivo será destinado à instituição que atende pessoas com deficiência. AFR pede doação para a compra de equipamentos de proteção Juntos Somos+Arq O projeto Juntos Somos+Arq, das amigas arquitetas Paloma Yamagata e Carol Freitas, já ajudou a mais de 615 mil pessoas em todo o Brasil com 1,4 toneladas de alimentos e R$ 6,88 milhões de reais. Só no Estado do Rio foram 100 mil pessoas ajudadas, 190 toneladas de alimentos e R$ 700 mil reais. Niterói, que também tem um braço do grupo, já arrecadou R$ 55 mil reais, mais de 12 toneladas de alimentos e cerca de 4 mil pessoas ajudadas. Ainda dá tempo de ajudar, mas elas querem mais! Para este semestre, já se organizam para criar hortas comunitárias em comunidades para gerar emprego e renda para as famílias; cozinhas comunitárias, já que muitos não têm acesso a gás ou fogão, além de poder capacitar profissionalmente quem produz as refeições; caçamba solidária, que unirá arquitetos, designers e engenheiros do Rio para destinar, de forma consciente e sustentável, os itens que são descartados das obras de seus clientes para transformar instituições e/ou comunidades com esses itens, gerando também emprego e renda; e caixotes do saber (em parceria com a ONG Nóiz), uma minibiblioteca onde moradores podem retirar o livro de interesse, ler no local ou levar para casa. Para doar, há cinco endereços em Niterói: Mãos do Oriente - Rua Lemos Cunha 365, loja 101, Icaraí: de terça a quinta, das 10h às 12h; Bello Banho - Rua Marechal Deodora 160, Centro: de segunda a sexta, das 9h às 17h; Florense - Rua Álvares de Azevedo 230, sala 101, Icaraí: de segunda a sexta, das 10h às 17h; Bontempo - Rua Rui Barbosa 158, São Francisco: segunda a sexta, das 10h às 19h; sábado, das 10h às 14h; Hayasa - Estrada Francisco da Cruz Nunes 600, Pendotiba: segunda a sexta, das 10h às 17h. Bebel Pantaleão Oficina de Textos Também a Bebel Pantaleão Oficina de Textos, em São Francisco, está recolhendo doações desde o início da pandemia de Covid para ajudar famílias em comunidades de Niterói. Já foram entregues mais de 200 cestas básicas, e a campanha continua. Para maiores informações o Facebook da Bebel Panteleão Oficina de Textos é @bebeloficinadetexto.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.