Estado do Rio impõe lei seca em calçadas a partir das 22h, mas Niterói descarta restrição

No município bares e restaurantes podem vender livremente até meia-noite No Estado está proibido vender bebidas alcoólicas após as 22h em áreas externas, mas Prefeitura diz que isso não vale para Niterói O Governo do Estado proibiu bares e restaurantes do Rio de Janeiro de continuarem a vender bebidas alcóolicas em ambiente externo depois das 22h, apesar de os estabelecimentos poderem funcionar até 1h. A medida foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (11), junto a novas ações de enfrentamento ao Covid-19. O objetivo é evitar calçadas em frente a bares lotadas como tem sido visto nas últimas semanas. Em Niterói, a Prefeitura diz que valem as regras do município: bebidas continuam liberadas, mesmo nas áreas externas. O decreto do Estado mantém o atendimento ao público com metade da capacidade de lotação do estabelecimento, mas altera o funcionamento dos bares e restaurantes nas áreas externas. É que a aglomeração de clientes nas calçadas dos estabelecimentos vem sendo muito criticada pela população. A regra foi decidida em conjunto com a Prefeitura do Rio. Música ao vivo e sistema self-service seguem suspensos. Já a Prefeitura de Niterói diz que o município tem autonomia para decidir as próprias regras no enfrentamento ao vírus. Por isso, o horário de funcionamento de bares e restaurantes permanece o mesmo, das 11h à 0h, assim como a venda e o consumo de bebidas alcóolicas durante todo o horário. Os estabelecimentos, no entanto, devem seguir os protocolos de segurança e distanciamento social determinados pela Prefeitura, como mesas afastadas com dois metros de distância, uso de álcool em gel, máscaras e a proibição de consumo em pé ou em balcões. Música ao vivo e restaurantes self service também estão proibidos. Outras regras Na mesma semana em que a Prefeitura de Niterói determinou a proibição de estacionar próximo à orla da Região Oceânica, o Governo do Estado e a Prefeitura do Rio também proibiram o estacionamento de veículos particulares na orla do Rio. As regras valem no trecho entre as praias do Leme ao Pontal, aos sábados, domingos e feriados, na tentativa de impedir o acesso de banhistas com facilidade. As praias do Rio, assim como Niterói, também aparecem lotadas nos dias de calor. Só poderão estacionar os proprietários de carros que morem na região. O uso de máscaras de proteção respiratória em espaços públicos, transportes públicos, estabelecimentos comerciais e repartições públicas estaduais continua obrigatório. Está mantida ainda a recomendação às prefeituras fluminenses de reabertura gradual de setores do comércio e da indústria, de acordo com as especificidades de cada cidade, em horários específicos para evitar aglomerações. Os municípios têm autonomia para manter suas determinações e regras.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.