Músico da Grota preso por engano volta para casa em Niterói

Luiz Carlos Justino, da Orquestra da Grota, foi liberado depois de protesto em Benfica Músicos da Orquestra protestam diante do Presídio de Benfica. Foto: Alexandra Seabra Os moradores da Grota do Surucucu fizeram uma festa, neste domingo, 6. O violoncelista Luiz Carlos da Costa Justino, de 22 anos. voltou para casa depois de quatro dias preso, em Benfica, no Rio. Ele foi detido na última quarta-feira, 2, no Centro de Niterói, acusado de um assalto a mão armada ocorrido em novembro de 2017. A vítima o teria reconhecido a partir de uma fotografia. Amigos e familiares alegam que no mesmo dia e horário do assalto, ele fazia uma apresentação em outro local. Justino agradeceu a mobilização dos amigos e relatou os momentos de medo, na prisão, dividindo cela com presos de alta periculosidade. O Juiz que determinou a soltura entendeu que não havia provas consistentes para apontar Luiz Carlos como autor do crime e que a acusação não podia se basear apenas em reconhecimento fotográfico. Moradores da Grota consideraram a prisão discriminatória - resultado do racismo estrutural da sociedade.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.