Niterói já tem mais de 5 mil casos de Covid e 200 mortes

Números mostram que doença ainda não foi controlada Cidade registra média de 2,5 mortes por dia Já são mais de 100 dias do primeiro registro da doença em Niterói, em 19 de março, data da confirmação do teste de Covid. Apesar de todas as medidas tomadas para estabelecer o isolamento social, a epidemia não poupa a cidade. A última semana, no registro médico, a vigésima-sexta semana epidemiológica do ano, mais 17 mortes. O número é parecido com o da semana anterior, 16 óbitos, a primeira depois de cinco semanas seguidas a registrar menos de 20 mortes. Havia a expectativa de que a tendência de queda pudesse se confirmar. Mas a Covid repetiu a taxa de 2,5 mortes por dia. Na vigésima semana, em meados de maio, a taxa chegou a a 4 mortes por dia, a pior de toda a série da doença. A cidade chegou no sábado, 27, a 4.938 casos, 194 mortes e 114 internações. Números de casos continua a crescer Ainda não aparecem nos registros médicos efeitos da liberação de algumas atividades, quando a cidade passou ao atual estágio de alerta Amarelo-2. Pelo ciclo da doença, o contágio aparece de 5 a dez dias depois. A próxima semana poderá revelar se o índice de isolamento atual garante o controle da doença ou será preciso ampliar as medidas. A Prefeitura prorrogou até 31 de junho as medidas de restrição de circulação na cidade. As escolas permanecem fechadas e motoristas de aplicativos e taxistas de municípios limítrofes continuam impedidos de circular na cidade. Segundo o prefeito Rodrigo Neves, ao longo do mês de julho será feita uma avaliação do ciclo da epidemia em Niterói levando em conta, entre outros indicadores, a taxa de transmissão, taxa de letalidade, adesão ao distanciamento social, taxa de recuperados, taxa de ocupação de leitos e capacidade da abertura de novos leitos. - Niterói atingiu o índice 7.6 e é preciso atingir a nota 5 para atingir o estágio Amarelo 1, que esperamos atingir nos próximos 10 dias, se continuarmos evoluindo. Niterói tem hoje a menor taxa de letalidade da Região Metropolitana e também o melhor índice de adesão ao isolamento social da Região Metropolitana. E isso sobretudo graças à participação e conscientização de cada niteroiense no engajamento às medidas de proteção e protocolos sanitários - declarou o prefeito, em transmissão pelas redes sociais. Nesta segunda-feira, o boletim da prefeitura registrou: 5.138 casos da doença, 201 mortes e 114 internações.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.