Niterói libera caminhadas e vai dar curso para atividades liberadas para funcionar

Bancos, comércio e escolas ficam fechados até dia 30 de julho Por Carolina Ribeiro Foto: Luiz Gonzaga Torres O decreto que sanciona o Plano de Tansição Gradual para um Novo Normal, como a prefeitura de Niterói está chamando a retomada de parte das atividades a partir desta quinta-feira (21), vai permitir a volta de exercícios físicos individuais nos calçadões da orla e, depois de segunda-feira (25), a reabertura de escritórios de advocacia e contabilidade, devendo liberar até salões de beleza, com alguns cuidados especiais. O plano será detalhado em decreto a ser publicado nesta quarta-feira no Diário Oficial do município. No documento, serão relacionados quais setores serão liberados a partir de um sistema de estágios, marcados por cinco cores, que passará a nortear as políticas públicas para enfrentar a Covid-19 no município. Apesar de mais flexível, o decreto do isolamento social para aqueles que não exercem atividades essenciais será prorrogado até o dia 30 de junho. Continuarão fechados shoppings, escolas e universidades, praças e parques, praias, restaurantes, e tudo mais que não constar do decreto de liberação a ser divulgado. O plano foi desenvolvido com base em critérios como a taxa de transmissão da Covid-19, taxa de letalidade e a retaguarda de leitos, segundo a prefeitura. Com os dados, as ações serão divididas por cores. São elas: preta (situação extremamente grave da pandemia), vermelha (situação muito grave, com restrições de circulação mais rígidas, o estágio atual), laranja (atenção máxima) e amarela (alerta). O sinal verde só deverá ser adotado quando estiver disponível uma vacina contra a Covid-19. A partir do dia 21, quinta, estarão autorizados a reabrir apenas lojas de material de construção, óticas, oficinas mecânicas, serviços médicos e odontológicos. Nos dias 22 e 23 serão oferecidos treinamentos das medidas de proteção e combate ao vírus aos comércios que serão autorizados a funcionar no sinal de cor laranja. Estes só poderão voltar a abrir no dia 25, após serem informados e treinados sobre os protocolos a serem adotados. De acordo com o prefeito Rodrigo Neves durante live nas redes sociais da prefeitura, as caminhadas na orla a partir de amanhã terão regras específicas: só atividades individual, com distanciamento social e uso de máscaras. Das 6h às 9h, a caminhada ou corrida na orla será permitida para pessoas abaixo de 60 anos de idade. Das 9h às 11h, apenas para idosos. De tarde, das 16h às 22h, de novo para quem tem menos de 60. Rodrigo Neves ressaltou que Niterói é a primeira cidade do Estado do Rio a implementar um plano de retomada de atividades, mesmo que gradualmente. As ações foram desenvolvidas por um grupo de trabalho formado por especialistas e técnicos da prefeitura, além de levar em consideração experiências internacionais. A cidade terá ainda um conselho consultivo científico, com profissionais da Fiocruz, da UFF e da UFRJ. O conselho será coordenado pelo reitor da UFF, Antônio Cláudio Nóbrega. - Nosso objetivo é dar um sopro de vida a Niterói. Estamos há 60 dias no confinamento. [O objetivo] é permitir que as pessoas possam ter um nível de atividade, evitar que as empresas, sobretudo as pequenas empresas, morram e que possamos manter a coesão social da cidade em torno desse projeto de enfrentar essa batalha - ressaltou Neves. Durante a live, o secretário de Saúde, Rodrigo Oliveira, explicou a divisão das cores e ressaltou que este não é um processo linear e automático. Isto é, caso a cidade volte a registrar aumento de casos, mortes ou falta de leitos hospitalares, os níveis poderão ser alterados para maior isolamento. - A nossa prioridade é salvar vidas. O enfrentamento do coronavírus não é uma ação isolada do poder público, e deve ser acompanhado de uma mobilização e do engajamento da sociedade - ressaltou. Oliveira apontou ainda que o isolamento social reforçado possibilitou que o sistema de saúde e os profissionais conseguissem salvar mais vidas. - Quem hoje é identificado com Covid-19 está mais seguro em Niterói do que nas outras cidades, o que mostra a eficácia das mais de 40 ações de proteção da prefeitura. É o que possibilita entrarmos em uma nova fase. A guerra não está vencida, mas temos condições de passar para uma nova fase - disse o secretário, depois de mostrar que a taxa de letalidade no município é mais baixa que a de outras cidades da Região Metropolitana, inclusive a capital. Com o isolamento, segundo a prefeitura, foi possível achatar a curva da epidemia na cidade, reduzir a taxa de transmissão do vírus, estabilizar a demanda nas unidades de urgência, diminuir a taxa de letalidade e a proporção de ocupação de leitos nos setores público e privado. - Isso tudo foi muito importante para desenvolvermos o plano. É o que vai permitir que as pessoas possam ter algum tipo de vida para além do que estamos praticando nos últimos 60 dias - Neves.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.