Niterói melhora nota na Educação, mas fica longe da meta do Ideb

Desde 2011, rede municipal não atinge o índice estabelecido para Ensino Fundamental Rede pública municipal: melhora, mas sem atingir meta A rede municipal de Educação de Niterói, principal responsável pela escolarização até o quinto ano (quarta série) do Ensino Fundamental, ficou com nota média de 5,5 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e não atingiu a meta para 2019, que era de 5,8. Procurada, a Prefeitura argumentou que 5,5 foi o maior índice desde o início da série histórica. Em 2017, era 5,4. Desde 2011, a rede municipal de Niterói não atinge a meta estabelecida nos anos iniciais do Ensino Fundamental, do primeiro ao quinto ano. Na avaliação feita com alunos da oitava série, Niterói teve nota média inferior à de 2017. Ficou com 4,1 em 2019 contra 4,2 em 2017. A meta era 5,3 para 2017 e 5,5 para 2019. Em nota, a Prefeitura afirmou que “os resultados obtidos na última avaliação do Ideb são fruto de uma gestão integrada e com metas estabelecidas pela Secretaria Municipal de Educação e pela Fundação Municipal de Educação”. “A Prefeitura de Niterói foi a que mais investiu em educação no Estado do Rio de Janeiro, de acordo com o Anuário Multicidades 2020. Desde 2013, a Prefeitura construiu 25 novas escolas e realizou reformas em quase todas as unidades da rede”. Segue a nota da Prefeitura: “Das 36 escolas avaliadas pelo Ministério da Educação no ano passado e em 2017, do 1º ao 5º ano, 23 aumentaram sua média ou mantiveram os indicadores na comparação com a análise anterior. As escolas municipais Ernani Moreira Franco, Jacinta Medela e Professora Maria de Lourdes Barbosa Santos, no Fonseca, e Anísio Teixeira, em São Domingos, apresentaram maior crescimento no desempenho de 2017 para 2019. De 2013 a 2019, ciclo administrado pela atual gestão da Prefeitura Municipal, das 47 escolas avaliadas, 83% (39 unidades) aumentaram o desempenho no Ideb nos anos iniciais do Fundamental. Uma escola manteve o índice e outras 4 não tiveram o número mínimo de alunos participando da avaliação em algum dos anos, impossibilitando a comparação. Já entre os anos finais do Ensino Fundamental, das 6 escolas que participaram da avaliação tanto em 2017 quanto em 2019, 4 aumentaram indicadores e 1 manteve o desempenho. As escolas Antineia Silveira Miranda, no Caramujo, Maestro Heitor Villa Lobos, na Ilha da Conceição, e Altivo César, no Barreto, tiveram o maior crescimento na avaliação 2017 para 2019. De 2013 a 2019, o Ideb do 6º ao 9º ano subiu de 3.4 para 4.1. Investimentos – O último Censo Escolar divulgado pelo MEC, em dezembro de 2019, mostra que a Prefeitura de Niterói ampliou o número de vagas em período integral tanto para educação infantil quanto para o ensino fundamental. A rede municipal de ensino, que abrange mais de 26 mil alunos, teve a maior ampliação no nível fundamental, que atende crianças do 1º ao 5º ano. A ampliação foi de mais de 15% no número de vagas, indo de 487 alunos, em 2018, para 565, no último ano. No integral, o aumento foi de quase 4%. As turmas do 6º ao 9º ano tiveram 3,7% de aumento nas matrículas integrais. Nos últimos anos, Niterói teve um aumento de investimentos no setor da educação com a estruturação de um Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) e concurso público destinado aos professores. Entre ações desenvolvidas para melhorar a aprendizagem dos alunos, estão a capacitação de professores, programas de reforço e aceleração e a implantação de um sistema próprio de avaliação. Também podem ser destacados projetos de formação em serviço aos professores que atuam no ciclo de alfabetização; investimento na promoção da leitura e formação de leitores; a implantação do Programa de Consolidação das Aprendizagens por meio do qual foram criadas as Classes de Aceleração da Aprendizagem para atendimento aos alunos em situação de distorção idade/ano de escolaridade; além de parcerias com instituições para o desenvolvimento de ações educativas.”

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.