Niterói reduz letalidade da doença

Redução de casos permitiu relaxar isolamento Apesar de a Prefeitura de Niterói ter decidido flexibilizar as regras de isolamento social a partir desta quinta-feira (21), os números de casos confirmados e de mortes por Covid-19 continuam a subir na cidade. Até ontem, a cidade registrou 1.387 casos de contaminação comprovados por exames e 78 mortes, com 497 pacientes recuperados e 64 hospitalizados já com testes positivos para coronavírus. Para justificar o fim do lockdown nesta quarta-feira e a permissão para a volta de algumas atividades, inclusive a prática de exercícios físicos individuais nos calçadões da orla a partir de quinta, o prefeito Rodrigo Neves lembrou todas as medidas que a prefeitura já tomou para enfrentar a epidemia e reafirmou que o Gabinete de Crise contra a Covid-19 está sendo assessorado por especialistas “de alto nível”, da UFF, da UFRJ e da Fiocruz, entre outros. O secretário de Saúde, Rodrigo Oliveira, também enumerou as medidas adotadas desde o início da pandemia, disse que nessas últimas oito semanas Niterói conseguiu achatar a curva de crescimento da contaminação no município, reduzir a taxa de letalidade e reorganizar o sistema de saúde, controlando a ocupação de leitos de UTI. Rodrigo Oliveira comparou a taxa de letalidade por Covid-19 em Niterói com outros três municípios da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, dizendo que a cidade tem um percentual muito mais baixo que as demais. Segundo ele, a taxa de letalidade por Covid em Niterói é de 5,3%, contra 14% em São Gonçalo, 14,7% na capital e 12,8% em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. -Isso mostra a eficácia da resposta de Niterói ao Covid-19 - disse o secretário de Saúde.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.