Niterói tem a pior semana do ano em casos de Covid: 1.500, com 21 mortes

Pela terceira semana seguida, números confirmam tendência de novo pico da Covid; na média, são mais de 200 casos e três mortes por dia O boletim divulgado pela Prefeitura neste sábado, 26, confirma a alta dos casos de Covid em Niterói e faz da quinquagésima-segunda semana epidemiológica a pior de toda a série histórica. Foram 1.500 novos casos da doença, numa semana que teve o Natal no meio, com dois dias de feriado, o que costuma reduzir as notificações da doença. Nas semanas anteriores, foram 1.341 e 1.251 casos, respectivamente. No Painel da Covid exibido no SIGeo, uma nota técnica da Secretaria de Saúde do município reconhece que o pico da doença não aparece mais nos meses de maio e junho, mas em novembro, a partir das semanas epidemiológicas 46 e 47. Neste relatório, a Prefeitura considera os casos por data dos sintomas - e não pela data do exame, como aparece nos boletins diários. A atualização dos dados é mais lenta, mas é mais precisa. Os boletins diários revelem, por outro lado, que a tendência permanece. Na última semana, o índice que avalia o estágio de risco de Niterói teve o pior desempenho desde o pico da doença, 8,8, em função do rápido aumento do número de casos, internações e mortes, entre outros indicadores monitorados. No boletim deste sábado, a Prefeitura informou a existência de 165 pessoas internadas em leitos ou UTIs na rede do SUS. Mas o relatório dos hospitais privados aponta a existência de 236 pessoas em leitos e 231 em UTIS, com uma taxa de ocupação de 86%. No total, mais 467 internados. Na semana passada, diante do aumento do número de casos, internações e lotação dos hospitais, a Prefeitura fez um apelo aos diretores dos hospitais particulares para que aumentem o número de quartos e UTIs reservados para pacientes com Covid. A taxa de ocupação chegou a 93% dos leitos, em 15 de dezembro. Mas a os relatórios do sindicato dos hospitais, SINDHLESTE, mostra que já houve uma oferta maior de quartos. De cerca de 280 para 330. Mesmo assim, há relatos de pacientes que não conseguiram internação na cidade. O Relatório considera os seguintes hospitais particulares. HOSPITAL ICARAÍ; CHN – COMPLEXO HOSPITALAR DE NITERÓI; HOSPITAL NITERÓI D'OR; HOSPITAL SANTA MARTHA; HOSPITAL DE CLINÍCAS ALAMEDA; CASA DE SAÚDE NOSSA SRA AUXILIADORA; HOSPITAL E MATERNIDADE SÃO FRANCISCO; CENTRO HOSPITAR ORTOPÉDICO SÃO LUCAS; HOSPITAL SÃO LUCAS DE NITERÓI (ASSIM SAÚDE); e HOSPITAL GERAL DO INGÁ. Niterói apresentou, neste sábado, um total de 21.890 casos de Covid e 601 mortes. Pela terceira semana seguida, a cidade teve mais de 20 mortos em uma semana: 20, 21 e 21, respectivamente.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.