Niterói vê Covid sob controle mas teme o entra-e-sai na cidade

Prefeito Rodrigo Neves está preocupado com a volta dos alunos da UFF Preocupação com o movimento de pessoas de outras cidades A Prefeitura de Niterói diz estar confiante no controle da doença na cidade. A Secretaria de Saúde tem destacado que os casos notificados nos boletins diários são antigos e que o número de contaminados ativos, aqueles capazes de transmitir a doença, cai de forma sistemática, e hoje está em torno de 130 pessoas. Mas a municipalidade ainda tem uma preocupação, o entra-e-sai na cidade. O Prefeito Rodrigo Neves falou sobre esta situação em entrevista ao A Seguir: Niterói, quando alertou sobre a volta às aulas na UFF. - A possibilidade de abertura das escolas está condicionada à chegada ao Amarelo-1. A gente está se preparando para, quando isto acontecer, debater com as escolas, as empresas e as famílias. Mas, temos uma preocupação com as universidades, com a UFF, particularmente. É bom lembrar que as universidades têm autonomia para tomar esta decisão. E a UFF tem 50 mil alunos. E muitos destes estudantes são de cidades onde a pandemia não está sob controle, que vão entrar na cidade - comentou. Desde o início da pandemia, a intensa movimentação existente entre Niterói, São Gonçalo, Rio e Baixada tem merecido especial atenção. O Terminal João Goulart estima que 250 mil pessoas transitem nestas rotas todos os dias. A Prefeitura já estabeleceu bloqueios nos principais acessos da cidade, na Jansen de Mello e na Alameda São Boaventura. E mesmo depois de sair do lockdown cuidou para evitar um movimento maior, especialmente no acesso à praias oceânicas, nos fins de semana. Ali, os controles continuam. A movimentação entre as cidades também foi motivo de preocupação no mês de maio, quando a doença atingiu o seu pico em Niterói. O Prefeito revelou que, naquele momento, 94% dos leitos hospitalares estavam ocupados - metade deles por moradores de outras cidades. Veja a íntegra da entrevista do Prefeito Rodrigo Neves

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.