Niterói vai monitorar doentes de Covid em isolamento

Sistema de teleatendimento será usado pela prefeitura para rastrear infectados Por Carolina Ribeiro O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, anunciou duas novas medidas de proteção e combate ao coronavírus durante pronunciamento nas redes sociais da prefeitura na noite desta terça-feira (26/5). A cidade fará testagem em massa, por meio de pontos drive thru, para aqueles que não têm acesso às unidades básicas de saúde. Além disso, será iniciado nesta quinta-feira (28/5) um sistema de teleatendimento para rastrear infectados e monitorar os doentes em isolamento. De acordo com o prefeito, o trabalho de vigilância epidemiológica é realizado por profissionais das unidades básicas de saúde e do Programa Médico de Família. Agora, esses trabalhadores terão um sistema de teleatendimento e telemonitoramento “para o rastreamento de infectados e acompanhamento dos doentes em isolamento”. Mais detalhes serão explicados na tarde desta quarta-feira (27/5). - Validamos hoje (26/5), durante reunião do Gabinete de Crise, duas iniciativas que são muito importantes no enfrentamento à pandemia. O programa de teleatendimento vai fortalecer o nosso trabalho de vigilância epidemiológica. Teremos um programa muito inovador, com o qual vamos acompanhar de forma integrada e inteligente o paciente - disse o prefeito. Sem explicar como a operação será realizada, Neves antecipou que Niterói terá um programa de testagem massiva para aqueles moradores que não têm acesso ao Médico de Família ou a unidades básicas de saúde. Os testes serão realizados em pontos de drive thru e o exame será marcado por um aplicativo de celular. - Essa operação será muito positiva e importante, não tenho dúvida que vai contribuir muito para combatermos com eficiência ao longo das semanas e meses o coronavírus em Niterói - ressaltou, adiantando que ainda vai detalhar todo o serviço. Niterói registrou até esta terça 1.742 casos confirmados de Covid-19, segundo o último balanço divulgado pela prefeitura. A cidade se aproxima de 100 óbitos relacionados à doença, chegando a 97 mortes. São ainda 88 pessoas hospitalizadas em leitos públicos e privados e 612 doentes sendo tratados em isolamento domiciliar. Ao todos, são 945 recuperados. Operação contra fraude Durante a live, o prefeito lamentou a abordagem da operação Assepsia, realizada pelo Ministério Público do Estado e a Polícia Civil na manhã de segunda-feira (25). A operação investiga se houve fraude em licitações da Fundação Municipal de Educação (FME) na compra de álcool em gel e sabonete líquido no valor de R$ 293 mil. Para Neves, a ação foi desproporcional. - Fui informado de uma ação totalmente desproporcional, sem qualquer tipo de diligência anterior. Uma ação inexplicável em relação à Secretaria de Educação, partindo de um pressuposto falso de que a secretaria havia comprado materiais que não teriam sido entregues. Pedi esclarecimentos sobre a compra, pois ficamos indignados quando vemos servidores públicos sérios e corretos sendo expostos da maneira que foram, sem qualquer diligência anterior para verificar se o fato denunciado realmente procedia - afirmou Rodrigo Neves, acrescentando que a prefeitura está estudando o processo administrativo e que fará uma auditoria, apesar de a licitação já ter passado por fiscalizações. Desde segunda, a Secretaria de Educação nega as acusações e afirma que o material (álcool em gel e sabonete líquido) foi entregue e está guardado no almoxarifado da Fundação Municipal de Educação. Fotos desses produtos foram divulgados pela prefeitura. Na live, a secretária da pasta, Flávia Monteiro, reforçou o recebimento do material e a indignação com a operação. - Assim que a propagação do vírus começou a crescer, a secretaria providenciou a compra de álcool em gel e de sabonete líquido, 10 mil unidades de cada. Os produtos foram entregues, já foram utilizados, e estão sendo novamente entregues às escolas. Aproveito para registrar a nossa surpresa e lamentar também a desproporção da atividade de ontem (25/5). Todos são funcionários públicos, estão e sempre estiveram prontos para qualquer esclarecimento. A Controladora Geral do Município, Cristiane Mara, também afirmou durante o pronunciamento que todos as licitações de Niterói são revisadas e que todos o processos estão disponíveis, de forma detalhada, no Portal da Transparência da cidade. Além disso, ressaltou que todas as empresas que participam das licitações são checadas.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.