Niterói volta a registrar mil casos de Covid em uma semana

Número de registros de mortes também aumenta e chega 21 em sete dias Casos de Covid com base nos dados divulgados diariamente pela Prefeitura Os números da semana epidemiológica encerrada no sábado, a vigésima-nona, registraram nova alta no número de casos: foram 1.013 anotações em sete dias, de acordo com os boletins divulgados pela Prefeitura de Niterói diariamente. O número vem crescendo desde meados de junho, mais precisamente na vigésima-quinta semana, quando chegou a seu nível mais baixo, 387 casos. Depois, os números não pararam de subir. Nas semanas seguintes, foram 584 casos, 901 e 970. O secretário de Saúde Rodrigo de Oliveira sustenta que estes números divulgados pela prefeitura diariamente não refletem a situação real da doença na cidade, mas casos passados. Uma vez que os registros são feitos por data de exame. Há algumas semanas, a Prefeitura passou a exibir outros quadros no Painel SIGeo sobre a Covid. São dados que consideram a data inicial dos sintomas. Neste caso, a curva mostra uma concentração no mês de maio, e uma queda a partir de então, conforme dados abaixo. Casos de Covid por data de início dos sintomas, no painel do SIGeo Os números referentes às mortes também apresentam diversidade. Segundo os dados compilados dos anúncios diários da Prefeitura, na vigésima-nona semana epidemiológica, a cidade registrava 21 mortes, acumulando 258 mortes. Gráfico de óbitos com base nos dados divulgados diariamente pela Prefeitura A Secretaria de Saúde explica que estes dados não refletem o momento atual, com os hospitais vazios e centros exclusivos para o tratamento da Covid sendo desativados, mas reportam casos passados, pessoas que morreram até duas semanas antes e cuja confirmação da doença só foi feita agora. No gráfico, divulgado pelo Painel SIGeo da Prefeitura, nas últimas três semanas aconteceram apenas oito mortes, embora a própria Prefeitura se antecipe para dizer que os dados podem ser lançados com atraso. Gráfico pela data do óbito, divulgados pelo SIGeo da Prefeitura A confusão dos números aumenta, quando se confronta os dados exibidos nos boletins diário da Prefeitura, nos boletins do SIGeo e nos informes da Secretaria de Saúde de Niterói. Os registros são absolutamente díspares. Na última semana epidemiológica, a Secretaria apontava 46 mortes na cidade, o mais alto índice em toda a série da doença. Estes dados também são adotados pelo Grupo de Estatística da UFF, GET UFF contra Covid. Desta forma, existem hoje disponíveis três séries de dados diferentes. Óbitos por notificação, disponível no Painel GET UFF Contra Covid O Comitê científico que assessora a Prefeitura, formado por pesquisadores da UFF, da UFRJ e da Fiocruz, tem elogiado a condução da Prefeitura no combate à Covid, adotando de forma criteriosa medidas de isolamento. Num dos poucos reparos feito ao trabalho da Prefeitura, apontou, na última nota técnica publicada, a recomendação de publicação de informações mais detalhadas sobre a doença na cidade. O painel do SIGeo entrou no ar no dia seguinte, como que para sustentar as conclusões da Prefeitura, mas o número de mortos só voltou a ser atualizado esta semana. O Comitê científico entende que a atualização dos dados da doença daria maior segurança aos moradores dos resultados obtidos.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.