Novos casos e mortes desafiam controle da Covid em Niterói

Média está estável há cinco semanas num patamar alto; 500 casos, 18 mortes O gráfico mostra os registros de mortes, por semana, segundo boletins diários da Prefeitura A sensação de que vivemos no Dia da Marmota*, em que todos os dias parecem iguais, não se resume à quarentena. Também os indicadores que medem a evolução da epidemia parecem se repetir, nas últimas semanas. Na trigésima-quinta semana epidemiológica, que compreende o período de 23 a 29 de agosto, foram registrados 500 novos casos da doença e 18 mortes, de acordo com os números divulgados diariamente pela Prefeitura. A semana praticamente repete o desempenho das quatro semanas anteriores, com pequenas oscilações, especialmente no número de casos,. A Prefeitura esperava que este índice diminuísse, depois da realização de 90 mil testes, segundo o Prefeito Rodrigo Neves. Mas a média se mantém. Assim como o número de mortes, embora a Prefeitura salienta que estes óbitos são registrados por data de notificação e muitas vezes remetem a casos passados, somente agora confirmados. O número de novos casos se mantém entre 400 e 500, segundo dados da Prefeitura Mas há ainda um terceiro indicador que mostra a estabilização da doença no que os especialistas chamam de platô, um ponto ainda alto da curva de incidência da doença. É o número de internações. Neste domingo, eram 85 pacientes hospitalizados. Outros 148 estão em isolamento. A soma dos casos indica os portadores ativos da doença. A Prefeitura espera que este número fique entre 100 e 150 para ter uma situação mais controlada. O número de pacientes hospitalizados têm se mantido em torno de 80 por dia. Fonte: boletins diários da Prefeitura Desde o agravamento da doença em maio, a Prefeitura deixou de produzir os gráficos de casos e óbitos por notificação, de acordo com o critério adotado pela OMS para acompanhamento da epidemia, e seguido em todo mundo, conforme mapeamento da Universidade Johns Hopkins. O Ministério da Saúde também publica estes dados. A Secretaria de Saúde de Niterói chegou a ser advertida pelo Comitê Científico que assessora o Prefeito na tomada de decisões sobre a necessidade de transparência na divulgação das informações. Depois disto, a Prefeitura passou a exibir no Painel SIGeo um gráfico com o número de casos e outro com óbitos, tomados em função da data dos sintomas. Mas estes dados apresentam uma grande defasagem em relação aos dados atuais. No casos das mortes, não há atualização há quatro semanas. Os números atuais não permitem que a cidade saia do estágio de Alerta Máximo Amarelo-2. Conheça os indicadores que impedem a liberação de novas atividades na cidade. Leia também: O que falta para Niterói passar para novo estágio de controle da Covid? O Dia da Marmota é uma referência ao filme americano O Feitiço do Tempo, de Harold Ramis, de 1993, com Bill Murray. Ele é um repórter do tempo, que acorda todo dia no mesmo dia, o Dia da Marmota.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.