O enfrentamento à Covid-19 em Niterói, do roxo ao verde

Entenda o sistema de cores e o que pode e o que não pode voltar a funcionar na cidade A cidade começa a voltar a funcionar, com regras para enfrentar o risco A partir de um sistema de estágios, dividido por cores e níveis, a prefeitura de Niterói passou a classificar a situação da cidade em relação à pandemia de Covid-19. Nele serão baseadas as decisões sobre o que pode e o que não pode voltar a funcionar. A análise é feita segundo indicadores de propagação do vírus e da capacidade de atendimento do sistema de saúde do município. Desde esta quinta-feira (21) estão autorizados a funcionar setores considerados de baixo risco de contágio e alta relevância econômica, além dos serviços essenciais. A partir do dia 25, segunda-feira, também poderão abrir salões de beleza, lojas de produtos de perfumaria e artigos médicos, concessionárias, hotéis e pousadas, além de estacionamento e serviços de construção. Entenda como é o sistema de cores e as novas regras de funcionamento dos estabelecimentos e serviços que poderão retomar suas atividades. Cores A cor roxa significa altíssimo risco. A vermelha é situação grave, o estágio em que Niterói se encontrava até quarta-feira (20), com restrição máxima para a circulação de pessoas e o funcionamento do comércio. O estágio atual, laranja, é de atenção máxima e permite a flexibilização de abertura de parte dos estabelecimentos. A cor amarela tem dois estágios: alerta e alerta máximo. Verde, só quando houver vacina contra Covid-19. Já autorizados a funcionar Desde a quinta-feira (21) estão autorizados a abrir, além de mercados, farmácias, padarias, postos de gasolina e petshops, os serviços médicos, odontológicos e fisioterápicos, óticas, lojas de colchões, lojas e atividade de construção, oficinas mecânicas e reparos de bicicleta e lojas de materiais hospitalares. E o nível laranja? A partir do dia 25 será permitida a reabertura de mais serviços, após treinamento de pessoal: salões de beleza, lojas de produtos farmacêuticos, perfumaria e cosméticos, artigos médicos, ópticos e ortopédicos, além das lojas de automóveis e concessionárias e de auto peças. Serviços de construção e obras de infraestrutura também estarão autorizados. Estacionamentos poderão reabrir com 25% dos funcionários. Outros setores como imobiliárias e serviços de manutenção, instalação de máquinas e equipamentos também poderão voltar, mas com capacidade reduzida. Alimentação e hospedagem Com restaurantes ainda fechados, continuam permitidas as entregas em residências. Já as lanchonetes voltam a abrir com funcionários reduzidos. Hotéis e demais serviços de hospedagem ficam autorizados com capacidade reduzida a 50%. Escritórios Serviços de advocacia, contabilidade, consultoria e similares estão autorizados, desde que sigam a capacidade de 25% dos trabalhadores. O mesmo vale para serviços de arquitetura e engenharia, testes e análises técnicas. Regras para salões de beleza Apesar de estar classificado com nível alto de risco de contágio, cabeleireiros, salões de beleza e demais atividades de tratamento de beleza estão autorizados a reabrir com metade dos trabalhadores. A ocupação do espaço não deve ultrapassar os 50%. Ainda não pode Consideradas de risco muito alto, os eventos de cultura e lazer ainda não foram liberados. Continuam fechados casas noturnas, bares, teatros, cinemas, clubes esportivos e recreativos e academias de ginástica. Também estão proibidos serviços de agência de turismo como excursões e passeios, assim como missas e demais cultos religiosos, além dos parques e jardins públicos. Parte desses serviços será liberada no sinal amarelo. Serviços de veterinária continuam fechados. Escolas e universidades Devido à aglomeração de pessoas, escolas e universidades permanecem fechadas até que o sistema chegue ao nível amarelo 1, de alerta. A medida inclui a educação infantil, ensino fundamental, médio e superior. Demais estabelecimentos como auto-escola e cursos profissionalizantes seguem a mesma regra. Comércio Parte do comércio varejista - aqueles não relacionados a obras e produtos de perfumaria/cosméticos - deve permanecer fechado por não serem considerados essenciais. Não estão autorizadas lojas de vestuário e acessórios, equipamentos de informática e comunicação e de artigos culturais, recreativos e esportivos. Shopping center e centros comerciais também ficam fechados. Isolamento social O isolamento social foi prorrogado até 30 de junho Apesar de flexibilizar a circulação de pessoas nas ruas, o isolamento social foi prorrogado até o dia 30 de junho. A recomendação permanece para que as pessoas saiam de casa apenas para trabalhar, ir a mercados, farmácias e médicos ou para ir aos estabelecimentos que estão autorizados a funcionar. O uso de máscara facial é obrigatória, sob pena de multa de R$ 180, em áreas públicas ou de espaços compartilhados. Serviço público A partir do dia 25, estão autorizadas a retornar também as atividades internas em todas as secretarias municipais e administrações, com respeito aos cuidados de prevenção ao vírus como o distanciamento social. O atendimento ao público, no entanto, poderá ter horário reduzido, sendo o atendimento online ainda priorizado. Servidores e colaboradores com idade acima de 60 anos e aqueles nos grupos de risco ainda devem ficar em trabalho remoto. Como é avaliado O monitoramento da epidemia será feito com a avaliação dos indicadores de propagação do vírus e de capacidade de atendimento do sistema de saúde. A propagação é avaliada levando em consideração a velocidade do avanço do coronavírus, a taxa de pacientes internados em leitos clínicos e em leitos de UTI, estágio de evolução, incidência de novos casos e a mortalidade. Já a capacidade de atendimento é avaliada pela mudança no número de leitos clínicos e de UTI, assim como a taxa de ocupação dos leitos, tanto nos setores públicos e privados. Todos os itens avaliados têm pesos, e são eles que, somados, determinam o estágio da cidade. Estágios Semanalmente a situação do município será classificada de acordo com os indicadores de transmissão e capacidade de atendimento. A divulgação dos resultados e das possíveis mudanças ocorrerá aos sábados para que as novas regras passem a valer na segunda-feira seguinte. Risco setorial Por causa dos níveis de alerta do município, foi criado um índice de risco setorial, que vai analisar cada setor econômico por risco de contágio e relevância econômica. Este dado é utilizado para auxiliar as decisões de flexibilização e os setores que poderão funcionar. Comitê Técnico Científico Consultivo Foi criado um Comitê Técnico Científico Consultivo para prestar apoio às decisões do Gabinete de Crise, o grupo de trabalho da prefeitura responsável por decidir os rumos de controle da pandemia. O comitê é coordenado pelo professor Antônio Claudio da Nóbrega, reitor da Universidade Federal Fluminense (UFF). Participam ainda os professores Aluísio Gomes da Silva Junior, também da UFF; Roberto Medronho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro; e Rômulo Paes de Sousa, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.