Ocupação artística contra ocupação policial do Viradouro, em Niterói

Moradores fazem evento com teatro, música e poesia e cobram respeito à comunidade As mulheres do Viradouro organizaram a ocupação artística Música, teatro e poesia contra a truculência da ação policial, na ocupação do Viradouro, que vem sendo denunciada há semanas pelos moradores. O evento que mobilizou a comunidade neste sábado, 5, foi chamado de OCA - Ocupação Artística. O MC Buiú, um dos convidados para o evento, resumiu o espírito do evento: “É a voz do povo. O negro é tudo nessa vida. O negro é lindo.” Nos últimos dias, moradores se mobilizaram e cobriram suas casas com cartaze: “casa de morador. Respeite.” Eles reclamam da ação da polícia no local. Alessandro Conceição falou com entusiasmo da mobilização, embora reconheça que muitos têm receio de participar. “Conseguimos realizar nossa OCupação Artística com grande adesão do Viradouro. A Associação de Moradores, a Escola de Samba Folia do Viradouro, a organização Favela e Arte tornaram a OCA maior com seu apoio.” A organização foi toda feita pelas mulheres do Viradouro. O evento apresentações de poesia, música com o cantor Buiú, performance teatral do grupo Suspeita, com as mulheres do Morro da União, dança, música, doação de livros e roda com as crianças. A Folia do Viradouro percorreu a rua Mário Viana, sem qualquer incidente.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.