Prefeito diz que pior momento da pandemia foi em maio

“94% dos leitos estavam ocupados, metade por moradores de outras cidades” Hospitais só estiveram perto da lotação em maio Recuperado do susto de ter que fazer o teste para Covid-19, que deu negativo duas vezes, o Prefeito Rodrigo Neves disse que está confiante na superação da epidemia. Em entrevista ao A Seguir: Niterói, ele comentou que as ações adotadas pela Prefeitura funcionaram. Como as medidas de isolamento, o uso de máscaras, a sanitização, o trabalho dos profissionais de saúde, os hospitais, os mecanismos de apoio social… Ele destacou a importância da rede hospitalar no combate à doença. A rede privada e a rede pública, que hoje tem 262 leitos, mais que o total dos hospitais particulares. Perguntado sobre o pior momento da doença, disse que foi em maio: - Nós batemos 94% de leitos ocupados, e 50 % estavam ocupados por pacientes que vieram transferidos do Rio e da Baixada ou de São Gonçalo para Niterói. A gente estava fazendo investimentos pesados, que nenhuma outra cidade fez, fazendo o nosso dever de casa e correndo o risco de ser penalizados porque outras cidades não fizeram o dever de casa? O Prefeito contou que, naquele momento, apelou aos dirigentes das redes hospitalares, para que houvesse uma coordenação com a matriz de cada uma das empresas dos grupos hospitalares privados, para que não houvesse aquele percentual tão elevado. E concluiu, dizendo: “Em nenhum momento estivemos ameaçados pela explosão dos leitos.”

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.