Retomada inclui investimentos em inovação e tecnologia em Niterói

R$ 6 milhões para estimular novas ideias Por Carolina Ribeiro O reitor da UFF, Antônio Cláudio A Universidade Federal Fluminense (UFF) é uma grande parceira da Prefeitura de Niterói no combate ao coronavírus, fornecendo conhecimento técnico para auxiliar nas ações de prevenção ao Covid-19. A UFF também participará do Plano de Retomada da Economia da cidade por meio de um edital, com orçamento previsto de R$ 6 milhões, para um programa de inovação para a pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias. - É um programa que é a cara de Niterói, integra a inteligência das universidades com os empreendedores e o setor produtivo da cidade - adiantou a Secretária de Fazenda, Giovanna Victer. A ideia é estimular a inovação em diferentes áreas, como produtos, processos e materiais, com prioridade para os temas de cidades inteligentes e inovadoras e para a economia do mar. Essas inovações, desenvolvidas por meio de startups, serão associadas a empresas da cidade para dar celeridade ao processo de criação. O projeto será dividido em três fases: implantação de espaços para coworking, um programa de inovação para filtrar ideias e transformá-las em algo palpável, e a ativação de ecossistema de inovação, que é ativado com sinergia das empresas incubadoras, universidades e o governo. - Já estamos com o edital pronto, podemos começar com a adequação dos espaços até agosto. Esse projeto faz parte de uma parceria de bolsas e inovação que já está em andamento com a UFF desde o ano passado - lembrou Victer. O reitor da UFF, Antônio Cláudio da Nóbrega, participou da solenidade. Ele agradeceu a prefeitura por incluir a busca por conhecimento no Plano de Retomada da Economia, ressaltando que o planejamento de Niterói para o combate ao vírus permite pensar na economia. - A universidade fica muito lisonjeada com essa percepção da prefeitura de considerar o conhecimento como um instrumento importante para as sociedades que querem ser mais justas, que querem saber fazer melhor. A universidade tem sido muito solicitada para colaborar neste processo e estamos sempre disponíveis - finalizou, completando que o plano desenvolvido tem a capacidade de articular diferentes características do município. A previsão é que o projeto final chegue a 30 startups, mas 80 serão escolhidas para serem abrigadas por empresas. A prefeitura vai arcar com as bolsas e com a consultoria para o desenvolvimento das ideias. Leia também: Os projetos do programa de retomada da economia.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.