Salesianos de Niterói formam grupo com famílias para debater volta às aulas

Retomada precisa ser reavaliada de acordo com situação da pandemia, diz direção A unidade de Santa Rosa dos Salesianos As aulas presenciais em Niterói estão suspensas pelo menos até o fim de agosto, mas, assim como a Prefeitura, os colégios particulares também já se preparam para a retomada, quando for autorizada. Nada será como antes, e a maioria das escolas privadas trabalha com a possibilidade de um sistema híbrido, com aulas on-line e presenciais, além de rodízios de alunos e turmas. Ao A Seguir: Niterói, o Salesianos informou que acompanha “todos os movimentos, estudos e discussões” sobre a possível retomada às aulas presenciais, “entendendo a complexidade do assunto e a atenção que o tema requer”. - Trata-se de um cenário que precisa ser avaliado e reavaliado constantemente, convocando a integração de todos os setores da sociedade - diz Ricardo Cabral, Diretor Administrativo Financeiro das unidades em Niterói, em Santa Rosa e na Região Oceânica. Com mais de 2.400 alunos na cidade, os Salesianos afirmam que conduzirão a questão de forma transparente e coletiva, consultando todos os envolvidos. Segundo Simone Araujo, Diretora Pedagógica do Colégio Salesiano Santa Rosa, todo o plano de retomada precisa trabalhar com dados da realidade, considerando o bem comum. A direção decidiu criar um Grupo de Trabalho (GT) representativo para discutir o cenário das duas Casas (Santa Rosa e Região Oceânica), com consultas às famílias, aos alunos e aos educadores/funcionários sobre a retomada das aulas presenciais e a elaboração de protocolos de segurança. Participam do Grupo de Trabalho representantes de pais, direção, associação dos docentes, Cipa, alunos, segurança do trabalho e equipe técnico pedagógica, cumprindo uma agenda de reuniões virtuais semanais, iniciadas em julho, e que se estenderá por todo o mês de agosto. - Saúde e educação estão de mãos dadas na composição do nosso grupo - diz Cláudia Braz, Diretora Pedagógica do Colégio Salesiano Região Oceânica (em Piratininga), referindo-se ao fato de contar com a participação de pais que são profissionais da área de saúde nesse trabalho. O momento é de união, de cuidado com as vidas humanas e de aprendizagens de extrema relevância histórica, afirma a direção do Salesianos. Os conteúdos escolares expandiram-se para abrigar novas habilidades que, com certeza, se perpetuarão na educação do futuro, dizem acreditar os Padres Márcio José Montandon Marçal, Diretor Geral dos Colégios Salesianos Niterói, e o Padre Denis Dutra, Diretor de Pastoral de ambas as Unidades.

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.