Volta às aulas será 'teste', e escolas podem fechar se houver casos de Covid-19, diz prefeitura

Retomada será com protocolos de distanciamento e higienização; veja o que muda nas unidades de ensino Volta às aulas prevê atividade presencial e em casa A Prefeitura de Niterói considera que a abertura das escolas de Ensino Médio na próxima segunda-feira, 21, um teste para a cidade, “um projeto piloto para a retomada das atividades presenciais.” A decisão do Prefeito Rodrigo Neves de autorizar a volta às aulas foi tomada apesar do parecer do Comitê Científico, formado por especialistas da UFF, UFRJ e Fiocruz, desaconselhar a volta às aulas, diante do risco de aumento do contágio por Covid-19. Leia mais: Prefeitura contraria Comitê Científico ao autorizar reabertura das escolas Pelo Decreto de Transição Para o Novo Normal a volta às aulas só deveria acontecer quando a cidade chegasse ao estágio de Alerta Amarelo -1, o último antes da descoberta de uma vacina. Mas o Prefeito preferiu não esperar a melhora dos indicadores, tomou para si a decisão e anunciou a retomada das aulas presenciais. Niterói permanece no estágio de alerta Amarelo-2, que mantém cinemas, atividades de aglomeração e shows fechados. De acordo com a Prefeitura, as escolas deverão seguir um protocolo com medidas de higiene e distanciamento, e manter o ensino à distância para os alunos que não optarem pelas aulas presenciais.Segundo Rodrigo Neves, “Niterói tem se destacado por ter protocolos muito bem estruturados. Integramos os vários saberes: da ciência, da epidemiologia, estatística, psicologia, pedagogia, economia, sociologia e a pediatria para desenvolver um caminho seguro que evite o comprometimento do aprendizado de crianças e adolescentes que estão tendo contato com a educação exclusivamente por meios eletrônicos." O Comitê Científico reconhece a existência de protocolos e do êxito das medidas de isolamento adotadas na cidade. Mesmo assim, entende que existe risco de aumento do contágio da doença, com o retorno das atividades nas escolas. Por isso, desaconselhou a volta às aulas. Nas próximas semanas, o Comitê vai avaliar o comportamento dos indicadores que medem os riscos de contaminação e o avanço da doença para analisar se a liberação das escolas teve algum impacto - ou não - na pandemia. Escolas deverão continuar com ensino remoto Rodrigo Neves antecipa que as escolas devem ter um modelo de trabalho que considere aulas presenciais mas também atividades em casa. “Existem vários estudos indicando a necessidade de se desenvolver um modelo híbrido de educação, capaz de manter a opção do ensino à distância e do ensino presencial. Após dois meses de estudo, decidimos pela implantação de um projeto piloto com o Ensino Médio. A partir de segunda-feira, dia 21, vai haver autorização para a retomada das atividades presenciais do Ensino Médio em Niterói, desde que um conjunto de protocolos seja rigorosamente cumprido”, disse o prefeito. O documento divulgado pela Prefeitura estabelece: “Para a retomada das atividades presenciais nas escolas do Ensino Médio, o projeto piloto prevê o cumprimento de uma série de protocolos. As unidades de ensino terão que manter a disponibilidade do sistema de Educação à distância para as famílias que fizerem a opção de não enviar seus adolescentes para a escola. Será obrigatório um distanciamento de, pelo menos, um metro e meio entre as carteiras. Professores e funcionários com mais de 60 anos ou que apresentem comorbidades deverão seguir afastados das atividades presenciais. Veja também: Como será a volta às aulas nas escolas de Niterói As escolas deverão fornecer máscaras para professores, funcionários e alunos, além de providenciar a troca deste equipamento a cada duas horas. Será obrigatória a medição de temperatura na entrada das unidades de ensino, além da existência de tapetes sanitizantes e a disponibilização de álcool gel. A presença de agentes de desaglomeração é obrigatória. As escolas deverão manter portas e janelas abertas. Onde isso não for possível, será necessário redobrar a atenção com os protocolos de higiene e refrigeração do ambiente.” - Nossa preocupação é trabalhar um projeto piloto para que a gente não seja pego de surpresa quando chegarmos ao Amarelo nível 1, estágio que estamos próximos de atingir-, analisa o prefeito. O prefeito revelou ainda que a retomada das atividades de Educação Infantil, segmento onde os alunos têm mais dificuldade de usar máscaras e fazer distanciamento social, provavelmente, ficará apenas para o ano de 2021. O que muda nas escolas: Temperatura será medida na entrada das unidades de ensino Tapetes sanitizantes deverão ser instalados Unidade deverá disponibilizar álcool em gel Estabelecimentos são obrigados a fornecer máscaras a professores, funcionários e alunos a cada duas horas Portas e janelas deverão ficar abertas, preferencialmente (quando não for possível, cuidados deverão ser redobrados) Aglomerações deverão ser dispersas

© 2020. A Seguir Niterói. Todos os direitos reservados. Site por Grazy Eckert e João Marcos Latgé.